O que você quer ter? A razão? Ou resultados?

Vivemos de resultados. Precisamos de vendas, de processos eficientes, produtos e serviços adequados, clientes satisfeitos, custos baixos, divulgação adequada, saúde no trabalho, evolução contínua, etc. Tudo isso vem das ações das equipes, das decisões e atitudes das pessoas, e que tem origem nos pensamentos, nas ideias que cada um de nós tem sobre o que é importante, sobre as estratégias, sobre o que fazer, e sobre as formas de fazer.

Qual ideia é a melhor? A sua? Ou a do seu colega? Qual solução é a melhor? A da sua equipe? Ou da outra equipe? A resposta depende do que se está buscando.

Muitas vezes podemos estar buscando ter a razão, dar a última palavra, ser protagonista da solução. Quando isso ocorre é provável que pensemos que a nossa ideia é a melhor, sem ouvir, analisar ou aceitar outras alternativas. Porém, se o que se está buscando é o resultado final que importa e beneficia a todos, ouvir, analisar e aceitar outros pontos de vista pode ser simplesmente essencial. A busca pelo resultado leva ainda a uma abordagem ainda melhor: a construção de uma solução mais adequada, mais ampla, mais segura, mais eficiente, adotando-se o que há de melhor em cada proposição, em cada ideia.

O profissional eficaz busca o resultado.

Em muitos momentos teremos a melhor solução. Em outros a menos adequada, talvez. Mas em todos as situações teremos a oportunidade de contribuir para que se alcance o resultado necessário, e isso é o que mais importa.